Estabilidade de oxidação de gorduras e óleos naturais

O valor de um produto e sua qualidade estão intrinsecamente ligados. No caso de gorduras e óleos, isso pode ser difícil de determinar apenas pela aparência. O ranço de tais produtos, especialmente óleos naturais caros de origem vegetal, é um fator que pode reduzir imediatamente o preço de venda. Os óleos que permanecem estáveis por longos períodos de tempo são mais valorizados, pois levam a um produto final de maior qualidade, como para alimentos ou cosméticos.

O ranço ocorre naturalmente com o tempo, conforme as gorduras e os óleos envelhecem e se oxidam. Dependendo da fonte, alguns óleos já contêm antioxidantes que aumentam a sua vida útil. Outros podem ser mais sensíveis ao envelhecimento e requerem antioxidantes adicionais para estender a vida útil e a usabilidade.

A determinação da ranço é possível de várias formas, como por meio da medição do índice de acidez ou do índice de peróxido. No entanto, esses testes fornecem apenas informações sobre o estado atual do produto, sem nenhuma indicação sobre o prazo de validade restante. Um método analítico que pode medir esse intervalo de tempo até a deterioração é o método Rancimat.

Aqui, a amostra é submetida a um envelhecimento acelerado e o «tempo de indução» determina quanto tempo o óleo permanece utilizável. Esse método ajuda os fabricantes a melhor qualificar e garantir o valor e a qualidade dos seus produtos aos clientes das indústrias de alimentos e cosméticos.

Descarregue abaixo o White Paper completo

Documentos associados

Este site armazena cookies no seu equipamento, utilizados para melhorar a sua experiência de navegação. Ao avançar concorda com a sua utilização e com a nossa Política de Privacidade. Saber mais