Obter detalhes sobre partículas e porosidade

Quando um material é sólido, sem poros discerníveis, a área da superfície é facilmente derivada da forma geométrica das partículas. As técnicas de dimensionamento de partículas geralmente são suficientes para fornecer uma imagem clara das características e comportamento das partículas. Os analisadores de tamanho de partículas PSA da Anton Paar são frequentemente escolhidos para investigar as características de materiais não porosos.
No entanto, a introdução de porosidade no material (porosidade intra ou interpartículas) cria propriedades adicionais de interesse. A área de superfície, em particular, é afetada pela presença de poros. Em vez de simplesmente medir as dimensões externas de uma partícula, vários tipos de poros devem ser levados em consideração e incluídos no cálculo da área de superfície. A presença de poros e até mesmo ondulações e bordas de degraus formadas pela aspereza de uma superfície podem adicionar uma quantidade impressionante de área de superfície a uma partícula. De fato, materiais porosos que possuem um volume significativo de poros muito pequenos podem exibir uma área de superfície maior que um campo de futebol - vários milhares de metros quadrados por grama.
 
Por que a porosidade importa e como a porosidade determina qual método de caracterização é melhor para diferentes materiais? Vamos descobrir examinando a porosidade e o tamanho dos poros, do maior para o menor.
Descarregue o White Paper abaixo

Documentos associados

Este site armazena cookies no seu equipamento, utilizados para melhorar a sua experiência de navegação. Ao avançar concorda com a sua utilização e com a nossa Política de Privacidade. Saber mais